domingo, 18 de dezembro de 2011

Pelo teu sorriso


Mas me diz.
O quanto te pesa a saudade? 
Consegues ainda caminhar com ela te roubando o fôlego?
Qual foi a última vez que você sentiu-se leve?
Não dá, não é verdade?
Já faz um tempo desde que ele se foi.
E mais tempo ainda que você estacionou aí.
Sem querer tirar o pé do freio de jeito nenhum.
Mas eu sei que as lembranças hoje são fardo.
Tão fáceis de serem pescadas na memória.
De maneira tão natural e do mesmo modo absurda.
Até porque tudo nesse cenário te lembra alguém.
É um tanto masoquismo querer carregar essa cruz
Por tantos lugares e sem descanso.
Por favor, deixe-me te ajudar. 
Irei ao seu lado em silêncio, como queira.
Só não me faça te ver com essa tristeza no olhar
E pesar no coração que me faz enlouquecer.
Quero dar-te descanso, uma ótima noite de sono.
E um bloco de papel para que possas se expressar.
Busco sem mapa, mas com bastante fé 
O tesouro que se perdeu em seus lábios.
Parece impossível, eu sei.
Mas dê-me uma chance, garota.
Não, eu não sou mágico. Tampouco médico ou poeta.
Porém ainda arrisco tudo de mim
Para extrair - não, também não sou dentista.
Digo, para extrair qualquer sorriso que for.
Que te permita sentir-se segura.
Porque minha mão está firme na sua.
E eu estou aqui, bem aqui.
Por favor, deixe-me te ajudar.
Não sei contar piadas como aquele cara.
Mas dou o meu melhor para te ver sorrir.
Se esforce um pouquinho, querida.
Não será assim tão difícil.
Pode abrir os olhos, eu estou aqui.
Segurando firme a sua mão.
Precisa de ombro que te enxugue as lágrimas?
Estou bem aqui na sua frente
E eu sei que é o lugar onde eu devo estar.
Meus braços vão te envolver como brisa.
Não tenha medo de entregar-se.
Será a sua fuga e respirar aliviado.
Quando se sentir melhor, me diga.
Terei uma notícia boa pra você.
Virá junto com meu abraço
E pequenas cócegas em seu ouvido.
Ao te confessar que sou de inteiro seu
E quero ser o culpado por esbarrar
Com o teu mais belo sorriso.






5 comentários:

Sheyla Mayra disse...

que bonitinho (Não sei o q comentar desses textos), menina romântica!
Tais mais inspirada que o normal! kkk

Luna Sanchez disse...

*lagriminhas*

Eu hoje fui tomada por uma saudade que pensava já estar superada. Me surpreendi com a minha reação ao passar, ao acaso, por uma foto no PC.

=\

Beijos, florzinha.

Lindo o teu texto, viu?

Gabi Gomes disse...

que poema lindo, acho que é uma das coisas mais belas que vc já escreveu, gostei muito *u*

Rafaela Sales disse...

Coisa Liinda.. Ameeei esse post Amiga! *---* sem contar que é minha cara ><

Jaqueline Oliveira disse...

Sheylinha
Não sou eu. Baixa em mim às vezes, sabe? UHAHUAHUH, você conhece o meu eu verdadeiro. Bem diferente, né? rs
_________
Luna
Uma saudade inesperada que surpreendeu por ainda existir um vestígio de sentimento, não é? Entendo bem. rs
Obrigada, flor. ^^
_________
Gabi Gomes
Obrigada, amor.
Eu gostei também de maneira especial dele. ^^
_________
Rafaela Sales
Valeu, amiga. *-*